A Netflix está sendo processada pela comediante e atriz Mo’Nique por acusações de discriminação racial e de gênero.

A estrela – que ganhou um Oscar em 2010 por Preciosa – Uma História de Esperança – acusou a empresa de streaming de oferecer a ela menos que seus colegas comediantes do sexo masculino ou brancos para um especial de stand-up.

De acordo com documentos do tribunal (via People), a Netflix ofereceu uma proposta “tendenciosa e discriminatória” para um especial de stand-up em novembro de 2017, com uma “taxa de talento” no valor de US$ 500.000.


O processo faz referência a comediantes como Jerry Seinfeld, Amy Schumer e Dave Chapelle, alegando que o primeiro assinou um acordo de US$ 100 milhões com a Netflix que incluía “pagamento parcial para um especial stand-up”.

Também alega que Chapelle assinou um acordo de US$ 60 milhões que incluía três especiais, enquanto Schumer recebeu US$ 11 milhões por um especial inicialmente, embora tenha conseguido negociar um aumento de US$ 2 milhões.

“Mo’Nique se opôs à oferta discriminatória de pagamento da Netflix, apontou como ela era discriminatória e pediu à Netflix que fizesse a coisa certa negociando um pagamento justo com ela”, afirma o processo. “Em resposta, a Netflix fez o contrário. Afundou-se no chão, recusou-se a negociar de maneira justa e ficou por trás de sua oferta discriminatória”.

Acrescenta: “A oferta da Netflix para o Mo’Nique perpetua a drástica diferença salarial imposta às mulheres negras na força de trabalho americana”.

Em seu Instagram, Mo’Nique fez uma publicação comentando o caso: “Eu tinha uma escolha a fazer: eu poderia aceitar o que eu sentia como discriminação por pagamento ou eu poderia defender aqueles que vieram antes de mim e aqueles que virão depois de mim. Eu escolhi me levantar”.

Em resposta ao processo, a Netflix disse (via BuzzFeed): “Preocupamo-nos profundamente com inclusão, equidade e diversidade e levamos as acusações de discriminação muito a sério. Acreditamos que nossa oferta de abertura ao Mo’Nique foi justa – e é por isso que lutaremos nesse processo.”

Nas telonas, o último trabalho da atriz foi em Um Natal Quase Perfeito, de 2016. 

View this post on Instagram

LAWSUIT AGAINST NETFLIX!!!! I LOVE US 4 REAL!!

A post shared by Mo'nique (@therealmoworldwide) on