No primeiro crossover do Arrowverso, Grant Gustin (The Flash) se reúne com Oliver Queen (Arrow) para enfrentar o vilão Ray Bivolo.

Em uma entrevista para a Entertainment Weekly, Grant Gustin, de The Flash, relembrou sua experiência gravando o crossover de 2014, que diferentemente de Crise nas Infinitas Terras, não foi nada glamuroso.

O ator revelou que o episódio final da 1ª parte da 1ª temporada de The Flash foi um dos mais difíceis de gravar, já que ele promoveu o encontro entre o protagonista e o Flash Reverso pela primeira vez.


“Eu não lembro exatamente o momento do roteiro, mas é no final. Eu me lembro de sentar na cama com minha máscara, precisando levantar para uma cena de luta, mas eu estava chorando porque estava muito emocionado. Minha máscara estava ficando esponjosa, foi terrível. Não foi tão glamuroso assim no primeiro dia do crossover. Eu me lembro de ficar cansado e chateado e irritado por estar na máscara, mas empolgado pelo próximo episódio”, revelou o astro.

Como o traje do The Flash ainda não estava totalmente pronto na primeira temporada, Gustin teve a máscara colada em seu rosto, o que tornou a experiência ainda mais cansativa – e nada glamurosa.

Crise nas Infinitas Terras será dividido em 5 partes: as três primeiras em 2019 (Supergirl em 8/12; Batwoman em 9/12; e The Flash em 10/12), enquanto os dois episódios finais só vão ao ar em 14 de janeiro de 2020, com Arrow e Legends of Tomorrow.